Fale conosco: +55 (21) 2533-5251
como-funciona

Como funciona o marketing de afiliados

Trabalhar em casa é o sonho de qualquer um e, através do marketing de afiliados, essa realização tornou-se possível. Principalmente para quem tem um site ou blog com muitos acessos diários, encontrar uma empresa que ofereça um programa de afiliados e utilizar esse mecanismo para lucrar com as visualizações é uma forma prática e simples de aumentar a renda.
O marketing de afiliados não tem mistérios e requer apenas que o usuário escolha qual tipo de rentabilidade se encaixa ao perfil do seu site ou blog. Existem diversas formas de ganhar dinheiro com afiliação e, entre elas, destaca-se o CPA (Custo por Ação) e o CPC (Custo por Clique). Escolher o programa ideal de afiliação vai depender do número de acessos do blog e do nicho e, para isso, é interessante que o usuário faça uma análise dos benefícios e requerimentos de cada programa.
Para quem tem um blog com muitos acessos, por exemplo, o CPC pode ser uma boa opção, pois o usuário irá receber um valor por clique nos anúncios publicitários e, a grande quantidade de visualizações pode garantir uma boa rentabilidade. Quem quer participar de um programa com um site menos favorecido, o CPA é o melhor jeito, pela possibilidade de ganhar lucro através de alguma ação, como a indicação de pessoas para um cadastro de alguma empresa.
Os diversos tipos de marketing de afiliação podem ser explorados por quem procura otimização de lucros na web e é possível adotar mais de um programa e colaborar com diversas empresas. Através dos programas de afiliação, diversas pessoas obtiveram sucesso financeiro na internet, transformando a função como afiliado na principal renda mensal.

formas

Principais formas de rentabilidade:

Dentro dos programas de afiliados, há diversos formatos de venda que são adotados pelas empresas. Além do CPA e o CPC, destaca-se também o CPM (Custo por Mil impressões), também utilizado por quem tem muitos acessos, pois gera renda com a simples visualização dos banners.
Há também o CPV (Custo por Venda), que proporciona uma porcentagem de lucro para os usuários do site que consumirem determinados produtos, e o CPL (Custo por Lead), que é parecido com o CPA, mas gera lucro por validação de cadastros e não por ação. Além disso, o usuário pode também escolher o formato de CPF (Custo por Formulário) que corresponde à renda gerada a partir do preenchimento de formulários por usuário indicados.

Saiba mais sobre os
três programas mais utilizados:

cpa

CPA – Custo por Ação: o CPA é uma das formas de afiliação mais bem remuneradas, mas também exige um pouco mais de trabalho do afiliado. O CPA corresponde ao lucro através de uma ação que pode variar de acordo com a necessidade da empresa. No caso de empresas que precisam de pessoas para responder pesquisas, por exemplo, o afiliado recebe um valor X de acordo com o número de pessoas indicadas que fazem o cadastro para o a pesquisa. É possível receber também através de depósitos bancários de usuários indicados em sites de cassino, jogos que vendem itens e outras empresas que lucram com vendas de valores virtuais. Quanto mais difícil for a ação, maior será a remuneração através de um programa de CPA.

cpc2

CPC – Custo por Clique: O CPC é bem simples e pode gerar uma renda fácil para quem tem um site bem acessado na rede. Porém, é preciso ter cuidado na hora de escolher em que programa de afiliados por CPC participar, pois, dependendo do foco do site, os anúncios podem ser ignorados ou ter uma boa quantidade de cliques. Neste caso, o melhor é entrar para um programa de afiliados que ofereça anúncios que podem ser interessantes para o público alvo do seu site. No entanto, é necessário estar atento a todas as condições do programa, pois há usuários que fazem reclamações por não ter entendido bem o funcionamento do programa em determinada empresa.

cpv

CPV – Custo por Venda: Esse formato de venda é ideal quando o usuário consegue entrar para um programa de afiliados que oferece produtos semelhantes à proposta do site ou blog. Por exemplo, se o site é sobre jogos, tentar ganhar uma comissão na venda de jogos ou produtos com design de games famosos pode gerar um bom lucro. Como os ganhos ocorrem por uma porcentagem da venda dos produtos da empresa, o afiliado terá um lucro maior ou menor, dependendo do valor do produto que for consumido pelos leitores do site.

beneficios-empresas2

Benefícios para as empresas:

O marketing de afiliados se tornou uma grande forma de perpetuar a marca na rede, pois as empresas podem contar com a ajuda de grandes blogueiros para divulgar os produtos e obter novos clientes. Esse sistema acaba sendo muito vantajoso para as organizações, pois através de um programa de afiliação, as companhias otimizam os lucros e ganham um grande auxilio no crescimento empresarial.
Devido às grandes vantagens do marketing de afiliados, muitas entidades passaram a usar essa possibilidade de forma completa. Há plataformas online que possuem mais de 100 mil afiliados que ganham uma boa renda auxiliando as organizações nas vendas, divulgação, pesquisas e consolidação da marca.

bene-afili

Benefícios para os afiliados:

Entrar para um programa de afiliação é fácil e muito vantajoso para quem deseja obter lucro de forma online. Hoje em dia, dividir conhecimento na internet se transformou em uma forma sólida de atrair público e aumentar a renda nas plataformas virtuais. Quem tem um blog ou um site e o desejo de obter reconhecimento financeiro com o conteúdo publicado, deve iniciar a maximização da renda através de um programa de afiliados adequado.
As vantagens financeiras desses programas são concretas e podem ser maiores ou menores, dependendo do nível de conhecimento do usuário sobre o programa oferecido pela empresa e da análise para decidir qual formato de venda se encaixa mais no perfil do site. As formas de lucro mais fáceis, como o CPC e o CPI oferecem quantias baixas por cliques ou visualizações, por isso, apresentam bom rendimento de acordo com o número de acessos. Quem quer benefícios mais sólidos, pode apostar no formato CPA que garante um lucro maior e uma boa renda de acordo com o grau de dificuldade, mesmo com poucas ações realizadas.